Michele Daiana: Liberdade demais sufoca

Liberdade demais sufoca


Eu vejo pessoas tão apegadas a essa tal liberdade, e taí uma coisa que eu nunca vou entender. Desde quando liberdade é sinônimo de felicidade?
Quando você estiver triste, a liberdade vai te consolar? Quando você estiver doente, a liberdade vai cuidar de você? E de noite, a liberdade vai perguntar como foi o seu dia? Ou vai ser alguém que você pega por aí, que não sabe nem uma vírgula sobre a sua vida, nem um parágrafo sobre você? Essa coisa tão vazia e superficial, que pra maioria se chama liberdade, preenche de verdade alguém? Quanta besteira! Eu tô aqui livre, com frio, pesada, esmagada pelo vazio que “ser livre” traz junto. Porque ser livre é ser sozinho, é muito desapego, muita coragem. Acho até bonito quem se basta, mas esse papinho de só querer ser livre é muito furado pro meu gosto! Todo mundo tem suas carências, todo mundo é humano, todo mundo sente! Uns sentem mais, outros menos, alguns quase nada, mas sentem! Podem adorar ser livre de noite na balada, no barzinho com os amigos, mas pelo menos antes de dormir ser livre pesa. As diversões de um solteiro são muito baratas. Pra mim ser livre é uma prisão. Gosto do que tem continuidade, amores e promessas de uma noite não me enchem os olhos. Se essas pessoas livres soubessem a leveza que é ser presa a alguém, a paz que é alguém ser seu, a liberdade que é poder sim ter qualquer outra pessoa, mas escolher livremente sempre a mesma e ser escolhido por ela assim, todos os dias... ah, se eles soubessem ! Iam ver o quanto a liberdade que é o que na verdade te prende, à falsas expectativas e valores vazios. Iam perceber que a liberdade que sufoca, e só o amor, enfim, liberta.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por deixar seu comentário, sua opinião é muito importante para mim ♥