Michele Daiana: Por um mundo onde o amor seja verdadeiro

Por um mundo onde o amor seja verdadeiro


Nunca sei se o problema é comigo ou com todos os outros que me rodeiam. Não sei se é eu que me entrego demais e me apego fácil, sei lá. Só sei que quando eu digo “eu te amo” é pra valer. Não coleciono amores, não me apaixono 10 vezes no ano, não saio pulando de um relacionamento para outro, e nem me esqueço de um amor facilmente. Já entrei uma vez em um relacionamento por medo de ficar sozinha e eu sei o quanto isso machuca, atrasa e sufoca. Já beijei para matar vontades e já me entreguei achando que o vazio iria diminuir. Não matou minha vontade, o vazio aumentou e com ele veio também os arrependimentos.

Então optei por ser destas garotas consideradas “antigas”. Que sai para as festas apenas para curtir com as amigas, que bebi porque quer e não para perder a vergonha. Optei por não beijar qualquer boca, porque percebi que isso não me adiciona em nada. Minhas amigas dizem que eu não sei aproveitar a vida. Mas se isso é aproveitar, então eu realmente não sei viver. Troco uma noite de festa por uma noite tranquila no meu quarto, lendo. Eu nem sempre fui assim, já cheguei a ir a festas de segunda a segunda, e cheguei à conclusão de que isso não é para mim.  Admiro estas garotas que conseguem sair tranquilamente de um relacionamento, sem machucados, intactas. 

Mas eu sempre fui a rainha do drama. Quem me conhece de verdade sabe bem do que estou falando... Eu choro, grito, sinto ciúmes, fico brava com facilidade e tudo em mim é em excesso. Tudo em mim é demais. A maioria das pessoas tem medo desta minha intensidade. Mas eu aprendi a me aceitar. Aprendi que eu prefiro errar pelos meus excessos do que pelos meus medos. Prefiro jogar na cara tudo que eu sinto, como quem joga um copo de agua fria no outro. Prefiro por para fora, a me amargurar e guardar. Prefiro lutar por um mundo onde o amor seja verdadeiro. E não mais uma palavra banalizada. Prefiro ser a ultima na terra a acreditar nesse sentimento. 

No final talvez nada tenha valido a pena, mas não quero nada em vão na minha vida. Quero estar ciente de que se eu entrar em um relacionamento, seja porque eu realmente quero e não por medo de ficar sozinha. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por deixar seu comentário, sua opinião é muito importante para mim ♥